Livros/ Books

Elegânia por Clarice Lispector

Em visita a livraria Cultura, em São Paulo, achei uma preciosidade de Clarice Lispector, o livro: Correio Feminino. Trata-se de uma compilação de textos escritos pela autora para coluna feminina do jornal Comício em 1952, sob os pseudônimos de Thereza Quadros, Helen Palmer e Ilka Soares. As temáticas abordadas nos conduzem a uma deliciosa viagem aos valores, preocupações e papel da mulher daquela época, retratados por uma Clarice um pouco diferente, menos introspectiva, mas não menos sensível e atemporal.

Abaixo um trecho do livro sobre elegância que gostei muito:


”Muitas mulheres confundem elegância com aparato e exagero. Os quais, pelo  contrário, são inimigos da mulher elegante. Elegância, disse uma grande modista, é a atenção aos detalhes e à discrição. A mulher realmente elegante não salta aos olhos de quem passa, não é acompanhada por comentários e alçar irônico de sobrancelhas dos que a encontraram. Ela é descoberta, através dos detalhes, da sobriedade, do bom gosto com que escolheu desde a fazenda do vestido ao tom do esmalte. Na opinião autorizada de um grande costureiro parisiense, elegância não é acompanhar a última moda, mas estar sempre usando aquilo que lhe fica bem.”

Elegance by Clarice Lispector

On a visit to Cultura Bookshop, in São Paulo, I have found a unique book written by Clarice Lispector: Correio Feminino. This book is actually a compilation of articles that Clarice wrote for the feminine section of Comício Newspaper in 1952 using her pseudonyms Thereza Quadros, Helen Palmer e Ilka Soares. The topics that Clarice brought about leads us back to a trip of values, customs, worries and the role of women from that time. Clarice managed to show a different side of her, less introspective but not less sensible and timeless.

Here is a passage of an article that I really like:

There are many women who understand elegance as something with apparatus and exaggeration. Which, by contrast, are enemies of an elegant woman. Elegance, said a great dressmaker, is the attention to detail and discretion. A truly elegant woman is not so evident to those who pass by her, she is not praised by ironic comments and the raise of eyebrows of those who meet her. Instead, she is revealed by details, by sobriety, good taste with which she chose the texture of her dress and the tone of her enamel. According to an authorized Parisian couturier opinion, elegance is not to follow the latest fashion, but is to use what fits you well.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *